terça-feira, 10 de junho de 2008

Me falava chorando dos amores não correspondidos
e eu, cá dentro de mim, com meus amores impossíveis...
Uma revelação que lhe deixara com a boca amarga, sensação de soco...
-Amar é se estrepar pelo outro. Por quantas pessoas você faria isso?
Vazio
-Então não me diga que ama demais.
O diálogo perturbador começara por causa de uma frase num livro, algo como "não poder suportar mais uma pessoa para amar". O amor era um peso, lhe escapou feito um peixe: liso...escorregadio...fugindo de seu controle...
Vai ver era o cansaço...seu deus não era um deus de conhecimento...isso doía tanto...fora enganada...
Seria tudo falso então?Por quem você se estreparia?Seria tudo falso e em vão...
Seu deus não era um deus de conhecimento...
Sobravam-lhe tão poucas pessoas...e sendo isso mútuo...era ela amada?
Amores não correspondidos, tão fatais por esse ponto de vista....
Medo de amar...tão faca de dois gumes por esse ponto de vista....
Amores impossíveis...tão improváveis por esse ponto de vista........
-Não te deixaria só, ficaria aqui por você...
Pensara aquilo?Falara? Não se lembrava...não foi desse jeito, nem diferente disso...foi o amor que cede...por quem você cederia um desejo seu?
Redenção...
Ficou por ali...

19 comentários:

Fernando Gomes disse...

"por quantas pessoas você faria isso?"

Essa parte em especial me fez pensar.
Gostei muito do seu texto. Sensibilidade interessante.
;D

http://www.andisaidgoddamn.blogspot.com/

Conquistadores (Didixy) disse...

Muito interessante mesmo o texto e que nos faz pensar sobre nossa pessoa. Até onde podemos ir.

Sammyra Santana disse...

Lembrei daquele pedacinho do caçador d epipas:
"Por vc faria isso mil vezes"...
Abraços!

Victor Aguiar disse...

Caramba, muito bonito o texto!
Gostei muito mesmo.


http://nerdsedentario.blogspot.com/

Sammyra Santana disse...

que bom que foi me visitar...
Quanto a Vinícius, acho q ele quem não deu conta de crresponder a tanto amor que despertava nas mulheres!
Eita 'cabra' namorador! rsrs
Beijo

Sammyra Santana disse...

Medo de amar... confesso que ultimamente eu tô tendo...

Rafael Tupiná disse...

Poza bem lgl seu texto
continue escrevendo

da um look no meu blog tbm e
Veja as melhores montagens ja feitas
em....
http://culturatups.blogspot.com/


bjos

Bruno disse...

O amor alivia, mas é doloso também... Aliás acredito piamente que amor sem dor não é amor...

O problemas é que sou "masoquista"... rsrsrs

:*)

Cris disse...

No fundo o que sobram são só mágoas e lágrimas ressequidas.
No fundo fica aquela sensação de "poderia ter dado certo"
Fica a frustração e a idéia de que por poucas pessoas você poderia permanecer ali.
Posso ainda sentir o gosto do sal na boca e o arder salgado na face.
No fundo sobra a vontade de se fazer ser amada.
Mas não sobram sentimentos, esses não são desperdiçados jamais.

Adorei o texto flor.

Sammyra Santana disse...

É perigoso mesmo, eu sei... tô vencendo esse medo, devagarinho.
Eu quero, eu posso, eu consigo! hihihi

Patarata disse...

Descobri que ainda amo.

Ai que saudades...
Vou ali escrever pra esse amor desmedido e sem medida.

(Ah, proposito, gostei de seus escritos).

Senhorita Altendorf disse...

Amar é uma das coisas mais difíceis que existe.
Por medo de não ser correspondido, por se ter vergonha... entre outras coisas.
Amar pode ser difícil, mas é necessário. Nenhum dos outros sentimentos como medo ou vergonha podem se dobrepor a ele.

Lindo texto, pensante.

Passe na caixa:
www.teluricaalten.blogspot.com

Thais disse...

amar...
como é bom,gostei do seu texto.
abraços e comente no meu blog ok
tudo de bom pra vc
tchauzin
http://thaischagass.blogspot.com/

NerdMan disse...

isso lembrou o caçador de pipas. Muito bom o texto ^^ parabens

Paula Bailey disse...

muito bom seu blog..... continue assim, sera muito bem vinda para comentar no meu....
se cuida!!!!!

Daniella Miranda disse...

A sua inspiração provoca-me a sensação de que as almas para serem suficientemente boas, têm de ser, no mínimo, sensíveis.

http://myrandella.blogspot.com
(ALMA NUA)

Manu Blera disse...

putssss...essa parte ai foi dimaizzzzz: Amar é se estrepar pelo outro. Por quantas pessoas você faria isso?
comovente!!
muito bom!!
^^
bjin bjin txau txau =*
http://www.blogdosamigosadl.blogspot.com/

cláudia disse...

Tava morrendo de saudades de poder ler as coisas que vc escreve...e saudades de vc tbm é claro, mas seus textos aproximam...

Adorei Flo!!!

=)

Anônimo disse...

ler todo o blog, muito bom