quinta-feira, 2 de julho de 2009

Apaixonar-se...




Perder-se...

Olhou pela janela do ônibus, o vento varria a cidade em línguas imperiosas..."vai chover", pensou.

Encontraram-se na porta de uma loja qualquer, ela comprava uma coisa qualquer...um all star...olharam-se, daquele jeito que só os amantes fazem e compreendem, suas mãos se tocaram um instante, um leve roçar, um arrepio.

Sairam conversando trivialidades, ela havia clareado o cabelo, o tocou de leve, fazendo um carinho atrás de sua orelha. Sorrisos.

Engraçado como as pessoas passam pela vida sem notar os pequenos detalhes do que lhe cercam. O correr as faz perder o que de mais saboroso há por aqui: o outro. O não notar, essa desatenção que as torna anônimas, não as faz perceber que é tão bonito isso...de se apaixonar.

Encontrar-se.

Despediram-se com um sorriso triste, um abraço quente e uma promessa de um dia talvez...

8 comentários:

liuzenha disse...

Amiiigs!!! Que texto mais lindo é esse!! tão singelo e tããõ lindo!!

adorei!!!

Cláudia N. disse...

Coisa mais linda...tô querendo! =)

Ylê disse...

Esse texto tem a inocência do primeiro amor ...
É verdade , as pessoas não reparam + nos detalhes , nas pequenas coisas ...
prederam a conciência de que as pequenas coisas é que sustentam um grande amor !
Adorei o texto !
Não sei + a maneira que vc escreve , me encanta de tal forma , que estou anciosa p ler o próximo texto ! ^^

Parabéns !

ps.: Obrigada pela visita , e pelos comentários ! ^^ tbm adorei seu blog !

30 e poucos anos. disse...

e qdo menos se espera...a paixão bate na porta da sua mente e provoca sensações indescritíveis

Branca disse...

Eu adorei o post de cara, a começar pela foto que é do filme que mais amo!! E o texto tão delicado que ao mesmo tempo forte. Sabe? As vezes acho que essas pessoas (que somos todos nós) que passam pela vida sem se aperceber dos pequenos detalhes são anonimas até pra si mesmas. É nessas pequenas coisas que nós nos encontramos com a gente mesmo. Num pequeno passaro que pousa num fio perto da gente, e a nem notamos. Numa singela flor que insiste em se abrir no meio do cinza da cidade grande, e está lá esquecida, ignorada. E é a vida que passa e nem vemos. Somos nós que estamos passando.


bjos

topera disse...

nossa vida é formada pelos pequenos detalhes é nos não damos nem bola para eles

Thais Motta disse...

Perfeito teu blog , e maneir como escreve . Adorei ! ;)

Um beij o!

ps.: To acompanhando .

Thais Motta disse...

Brigado pelo comentário !

Volte sempre , e posta mais !
Pra gente poder ler !

Beeeijos!