terça-feira, 18 de dezembro de 2007



E agora é assim, porta e janela fechada,


E flor na janela,vontade de entrar, vontade de sair...


Ouvido colado, olhar de soslaio, sussurro, cochicho, suspiro....


Visitas furtivas à porta do trabalho, procura ansiosa dentre os rostos no ônibus,


No ponto, no caminho, na rua, ronda constante...


Qual é teu perfume? Sou boa com cheiros


Sim, sabia!Sim, você é boa com cheiros


Querer o gosto, de novo, e só por uma vez


Só mais uma vez, cabeça encostada de perto

Incerto...proteção, mensagens, encontros


Mentiras brancas, nem todo bem faz bem


Conversa fiada, conversa trocada, ao telefone e pé-do-ouvido, aos gritos...

Conversa escrita, na surdina, à noite, numa igreja...mãos em tangente...


Sussurros, cochichos, suspiros e calafrios....


E ainda acho que tudo que escrevo me lembra você...

6 comentários:

Everaldo Ygor disse...

Olá!
Mas, que bela prosa poética...
Parabéns! Vontade de entrar, vontade de sair...
Isso diz tudo, toda a poesia, criar e recriar, renascer sempre... Movimento perpétuo da vida...
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

janao disse...

descupe a invasão...
toda essa confusão de idéias e palavras resultou em um texto caríssimo.

parabéns!

:D

Pk Ninguém disse...

Impossível não sentir o que você quis transmitir com suas palavras.

PEREIRA, Alan disse...

Inpirador seu blog.. . .
lindo de me morrer. . .

Marco Antonio disse...

Que lindo...

Acaba me remetendo a vários bons momentos...
Sua sensibilidade é incrível.

LiiiH** .... =] disse...

Gostei do seu blog!
é bem legal =]
vc posto no meu e pergunto o nome da musica
é "Outra noite que se vai" do armandinho
e volte e comente no meu blog qnto kiser taah

Beijooos

http://www.aline-liih.blogspot.com/